O vídeo apresenta o projeto e dois casos de sucesso na integração de Pares e trabalho em rede: C-Buddy (Bélgica) e AMOC (Países Baixos), destacando as vantagens da cooperação entre diferentes actores – Pares, profissionais de saúde e da área social, utilizadores/as, agentes da Lei, Academia, entre outros.

O vídeo apresenta o projeto e dois casos de sucesso na integração de Pares e trabalho em rede: C-Buddy (Bélgica) e AMOC (Países Baixos), destacando as vantagens da cooperação entre diferentes actores – Pares, profissionais de saúde e da área social, utilizadores/as, agentes da Lei, Academia, entre outros.

Partilha esta noticia/ share this article:

O vídeo pretende alertar para a importância da integração de Educadores/as de Pares em equipes de proximidade junto de Pessoas que Utilizam Drogas.

O vídeo apresenta o projeto e dois casos de sucesso na integração de Pares e trabalho em rede: C-Buddy (Bélgica) e AMOC (Países Baixos), destacando as vantagens da cooperação entre diferentes actores – Pares, profissionais de saúde e da área social, utilizadores/as, agentes da Lei, Academia, entre outros.

O projeto Peer2Peer, cofinanciado pelo Programa de Justiça da União Europeia, visa reforçar a capacidade de resposta das Organizações da Sociedade Civil que desenvolvem trabalho de proximidade com Pessoas que Utilizam Drogas, recuperando e melhorando as parcerias europeias na cooperação entre pares e profissionais, técnicos das equipas de proximidade, traficantes de pequena escala e agentes da Lei. Assim, este projeto abarca instituições europeias de investigação, intervenção social e advocacia, reconhecidas internacionalmente, de modo a permitir aumentar o impacto do projeto.

As atividades do projeto promovem práticas e métodos transferíveis para a integração de Educadores de Pares nas equipas de rua, de modo a promover intervenções piloto adaptadas localmente em Lituânia, Polónia e Grécia.

Veja o vídeo aqui: https://youtu.be/3Nj4Kvd5zAI